sexta-feira, 27 de abril de 2018

quinta-feira, 29 de março de 2018

T-34/76 beute Panzer, Ucrânia 1944 - Radek Pituch


Eu  estava procurando um projeto que não  fosse me  fazer  ficar meses na bancada  e me deparei  com algo muito legal e que  coloco aqui em português para  eu  poder  fazer o meu  - artigo original do modelista Radek Pituch  -

http://radekpituch.blogspot.com.br/2014/02/t-3476-beute-panzer-ukraine-1944.html
                                                       T-34/76 beute Panzer, Ucrânia 1944


Depois de completar alguns tanques Sherman, decidi fazer uma mudança e construir um T-34. Já tendo um veículo específico escolhido para a minha construção comecei com montagem básica e também criei a torre schurzen, ou seja, como você pode ver na foto original ou seja a blidagem adicional foi tirada de um Pzkpfw III e modificada para encaixar na torre T-34.


Usando um schurzen de um kit  da Tamiya cortei a chapa em plastcard , fiz o recorte lateral na direção do pistol port e fiz também os suportes  e  coloquei e fui ajustando.  A razão para prender um pedaço de algum material no cano do cano é desconhecida para mim.



O tanque vem de uma unidade não identificada, provavelmente operando durante a campanha de 1943/44 na Ucrânia. O tanque também tem restos de, o que parece ser, suportes para o casco de schurzen.


Concentrei-me em fazer uma lavagem branca recentemente aplicada sem muitos efeitos de pintura lavada, etc., ao contrário da tendência que frequentemente observamos enquanto os modelistas constroem seus veículos de inverno.



É uma tendência que vem surgindo nos últimos dois anos, mas pesquisas mostram que temos efeitos diferentes em veículos reais, então por que só nos concentramos em replicar um efeito específico? Decidi fazer o contrário e pintar o veículo em bom estado, logo no início da estação do inverno. Abaixo você pode observar algum progresso. O primeiro trabalho de pintura usou  até agora   spray de cabelo e branco tamiya XF-2 e tons de branco Vallejo. Por que pintar com brilho? Porque dá aquele bom brilho que ajuda a colocar os decais  sem o brilho  do filme (silvering).


Passado umas noites, pude concentrar-me no intemperismo do tanque e, até agora, apliquei as primeiras camadas de lama no casco e na suspensão. Eu deixei a parte frontal do tanque limpa neste ponto para prosseguir com o intemperismo com salpicos de lama depois que o intemperismo da suspensão fosse feito. O próximo passo é adicionar alguns tons enferrujados aos suportes schurzen do casco. 




Desta vez eu fiquei mais focado nas lagartas e aqui abaixo estão alguns resultados. Por enquanto, uma lagarta recebeu uma camada de lama composta por pasta de terra escura de Vallejo e pigmento cinza escuro de ardósia. Comecei também a aplicar alguns pedaços de lama e terra nos pára-lamas e vou prosseguir mais. Quem disse que os tanques não ficam sujos em suas superfícies horizontais superiores? Ainda mais faixas de combustível e óleo devem ser adicionadas aqui e ali. 



Eu terminei o T-34 para me concentrar agora nos desgastes - as marcaçoes  foram  feitas com stencil



. O tanque em si está desgastado e vou adicionar alguns pequenos itens de arrumação aqui e ali para parecer mais interessante. A tripulação é composta por três figuras, o motorista, que vestirá a jaqueta invertida Wehrmacht de inverno com capuz e carregador e comandante, ambos estarão usando seu típico panzer jacken enfiado em suas calças de inverno.